Organização

Dilemas com seu guarda-roupas? Saiba as 1º etapas pra revitaliza-lo!

abril 04, 2018 Fe Cardoso 0 Comments

Olá queridas,
Semana passada fiz uma breve enquete no stories do meu insta @fecardosoconsultoria só para fazer vocês iniciarem um processo de reflexão sobre o guarda-roupas. Sim, é preciso parar e refletir sobre estilo pessoal, sobre como você usa o que usa e muitas vezes julga que não gosta. Sobre o porque você acha que não reflete quem você realmente é ou deseja ser. Sobre a forma que você consome. Sobre insistir em manter roupas no seu guarda-roupas que não usa mais. Sobre comprar e não usar. Tudo tem um porque implicito ai e se você tem jogado essa questão pra debaixo do tapete, esta na hora de procurar entender o seus porques para então iniciar um processo de identificação do seu estilo e apresentar para o mundo a sua melhor versão.

Crescemos muitas vezes usando uniforme escolar que já poda um bom período da nossa vida a criatividade ou até mesmo a preocupação do vestir. Consegue lembrar de alguma amiga que não aceitava muito o uso do uniforme e mesmo que não podia mudar isso, ao menos dobrava a barra da calça ou fazia um nozinho na camiseta na hora da saída, só pra se sentir um pouco diferente da multidão?, porém a grande maioria seguia o fluxo, tudo igual, não é mesmo?

Várias fases influenciam no nosso estilo, a idade, a referência da mãe, da tias ou primas, da igreja que frequenta, da profissão que escolheu, o seu meio social que muitas vezes, você na tentativa de se sentir inserida, usa roupas sem muito refletir se tem a ver com você. Tem as fases de se tornar mãe e o corpo mudar e você ficar no meio sem saber se aceita o novo corpo ou se luta pra voltar o corpo de antes, mesmo que ele não tenha mudado muito. 

Essas e outras fases da vida, podem te deixar perdida e fazer você sentir que boa parte da sua vida, você não tinha nada pra vestir, que seu guarda-roupas não esta adequado, até porque você comprou várias roupas com dúvidas do caimento, da cor, do estilo, ou até mesmo se sentiu na obrigação de levar por causa daquela atendente atenciosa. Compras pela internet que não deram certo e bateu aquela preguiça de trocar e você acabou deixando de lado e até esqueceu da peça. 

Quantas vezes você insistiu em usar roupas de uma loja que não trazia bom caimento para seu corpo, e mesmo não se sentindo bem com aquela roupa, se acomodou e usou ela até acabar se odiando e se enganando dizendo que não se importava. Quando na verdade era só tentar outras marcas, outros tecidos, ter um pouco mais de paciência para buscar algo que realmente te vestisse e te fizesse sentir bem.

Como não se importar com o que vestimos? Todas as manhãs é uma das primeiras preocupações que temos, senão o fosse, sairiamos de pijama pra o trabalho não é mesmo?

Estes e muitos outros podem ser os dilemas do seu guarda-roupas. Caso você tenha se indentificado com uma ou mais situações acima, as dicas que trago agora vão te ajudar tomar as rédeas e mudar esse dilema do seu guarda-roupas. 


Um das etapas da Consultoria de Estilo é revitalizar o guarda-roupas de forma a deixá-lo mais prático, com peças que realmente tenham a ver com você e com a imagem que quer refletir, de forma que se sinta muito mais confiante e com a auto-estima la emcima. Perfeito, né?

Porque antes de começarmos a falar de estilo, a sair pra comprar peças novas, é preciso que trabalhemos no seu guarda-roupas, que você pratique o desapego e um autoconhecimento pra daí então investir no seu estilo pessoal com mais segurança. 

A seguir, algumas dicas para iniciarmos o processo de revitalização do guarda-roupas, talvez seja muito tranquilo para você, ou nem tanto, independente de como for, inicie comigo, te garanto que o resultado é maravilhoso.

Reserve um tempo e tire peça por peça do seu guarda-roupas e separe da seguinte forma:

1. Peças que ama (todas aquelas peças que você se sente bem usando, que faz você se sentir bonita de verdade, seja modesta ao menos uma vez, reconheça o que te cai bem)

2. Peças que precisa doar/vender (que ainda estejam em condições dê)

3. Peças pra reparo (falta um botão, precisa apertar, afroxar, fazer bainha, etc)

4. Peças pra jogar fora (aquelas bem desbotadas, com rasgos, bolinhas, rotas, please!!! desapega ou avalie se o tecido serve como pano de limpeza).

Feito essa primeira etapa, comemore, huhu você conseguiu, vai sentir um alivio, uma coisa boa, mas calma ainda estamos no começo. ;)

Vamos pra segunda etapa: 

Das peças que são pra jogar fora, ja coloque em um saco preto e deixe perto da lixeira.

Das peças pra reparo, coloque em uma sacola e deixe perto da porta pra levar para costureira o quanto antes.

Das peças que vai doar/vender separe em outra sacola e deixe a vista.

Pode ser que você sinta a necessidade de um 5º grupo de peças que ainda tem dúvida, se usa, se da, porque você tem um apego sentimental com ela, algo como presentes, lembranças tudo bem, separe esse grupo de peças também mas coloque-as em outro local, para não misturar com as peças que efetivamente vão voltar pro seu guarda-roupas, ou senão tiver espaço, coloque em um saco/caixa e armazene em um quantinho do guarda-roupas.  

Feito isso, reorganize as peças no seu guarda-roupas de forma que consiga ver todas as elas, setorize, calças, blazer, saias e depois por cor também é uma ótima forma, assim ficará tudo muito mais fácil na hora de se vestir.

Acha que consegue iniciar este processo de revitalização sozinha? se sim, ótimo, senão entre em contato comigo (fecardosoconsultoria@gmail.com) e vamos agendar, será um prazer te ajudar nesta e nas demais etapas para a manutenção ou construção do seu estilo.

Seja sua melhor versão! ;)

Beijo,

Fe Cardoso   

Você pode gostar também

0 comentários: